Siga nossas Redes
'
');

Economia

Conta de luz ficará mais barata para famílias de baixa renda em novembro

Publicado

em

Conta de luz ficará mais barata. A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) anunciou, nesta sexta-feira (29), a partir de novembro, a energia elétrica vai ficar mais barata para as famílias de baixa renda com a aplicação da Tarifa Social, em razão da bandeira amarela.

Segundo a Aneel, a taxa extra da Tarifa Social de Energia Elétrica sai da bandeira vermelha patamar 2, e vai para bandeira amarela. A bandeira vermelha, cobrada até outubro, adicionava cerca de R$ 9,49 às contas para cada 100 kWh.

De acordo com a entidade, a bandeira amarela equivale ao pagamento de R$ 1,87 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

Bolsonaro diz que iria determinar redução no valor da energia elétrica, no próximo mês.  “Dói a gente autorizar o ministro Bento [Albuquerque], das Minas e Energia, a decretar a bandeira vermelha. Dói no coração, sabemos da dificuldade da energia elétrica. Vou determinar que ele volte à bandeira normal a partir do mês que vem”, disse Bolsonaro.

QUEM TEM DIREITO?

Têm direito as famílias que estão inscritas no CadÚnico (Cadastro Único) para programas sociais do governo federal, com renda familiar mensal por pessoa menor ou igual a meio salário mínimo nacional, idosos acima de 65 anos ou pessoas com deficiência que recebem o BPC (Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social).

“Os adicionais de bandeiras tarifárias na conta de luz dos consumidores que possuem direito à Tarifa Social de Energia Elétrica seguem os mesmos percentuais de descontos que são estabelecidos por faixa de consumo”. Destacou a Aneel.

Segundo a Aneel, os descontos são de 10% a 65%, “dependendo da faixa de consumo”.

A agência criou, em agosto, a bandeira Escassez Hídrica, devido a crise hídrica​. A tarifa fez com que os consumidores pagassem mais R$ 14,20 a cada 100 kWh consumidos. No entanto, a bandeira pela Escassez Hídrica continuará sendo cobrada das famílias que não são atendidas pela Tarifa Social.

Em vigor desde setembro, a Aneel disse que “a bandeira Escassez Hídrica seguirá em vigor até abril de 2022”, finalizou a agência.

Publicitário, acadêmico de Direito e redator do Portal de Notícias O Singular. Escrevo notícias de diversas categorias, como: Geral, Política, Fé e de utilidade pública.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement

SEJA UM AGENTE DA INFORMAÇÃO

[email protected]

 (27) 99257-7565

Participe do nosso site enviando sugestões de conteúdo, fatos e os acontecimentos registrados por você. Seja um agente da informação! Seja diferente, seja Singular!

Advertisement

MAIS LIDAS