Siga nossas Redes
'
');

POLICIAL

Foragido por latrocínio no RJ é preso no interior de rio Bananal

O policial civil e um motorista faziam segurança particular. O policial completava a renda para pagar a faculdade da filha

Publicado

em

A Polícia Civil do Estado do Espírito Santo, através de Policiais Civis da Delegacia Regional de Linhares, de Rio Bananal e de Sooretama, realizaram, na manhã desta quarta-feira (29), uma operação policial na comunidade de Córrego Lagrimal, interior de Rio Bananal, onde efetuaram a prisão de um fugitivo do estado Rio de Janeiro.

PRISÃO

De acordo com a Polícia Civil de Linhares, os agentes cumpriram um mandado de prisão em aberto contra um homem procurado pela Polícia do Rio de Janeiro, suspeito de matar o Policial Civil Eduardo Paiva de Queiroz e o motorista Willians Pereira da Silva, no Itanhangá, Zona Oeste do Rio. O homem é suspeito pela prática do crime de Latrocínio, registrado no dia 11 de dezembro de 2021.

Segundo os Policiais, ele e outros comparsas, mataram um Policial Civil e o motorista durante um roubo a mão armada no estado do Rio de Janeiro. Nesta semana, a polícia recebeu informações de que um dos participantes do crime teria fugido do Rio de Janeiro para o Estado do Espírito Santo e estaria escondido na região de Córrego Lagrimal, em Rio Bananal.  

Após levantamentos de informações da Polícia Civil do Espírito Santo, os policiais de Linhares localizaram o suspeito e executaram uma operação no local, onde localizaram o esconderijo do foragido, e prendeu o individuo, identificado como WILEN CABRAL DOS SANTOS,Vulgo TIMOTINHO, de 19 anos de idade.

Após a prisão de Timoitinho, a Polícia Civil o conduziu para a 16ª Delegacia Regional de Linhares para interrogatório e, em seguida, o encaminhou para o Presídio Regional de Linhares (PRL), onde ficará à disposição da Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

Divulgação: Polícia Civil de LInhares


Entenda o caso
O policial civil e um motorista faziam a segurança particular e foram assassinados a tiros na madrugada do 11 de dezembro. Eduardo Paiva de Queiroz e o motorista Willians Pereira da Silva foram socorridos. No entanto, não resistiram aos ferimentos.


Conforme informações da polícia, os tiros partiram de um carro, onde estavam três bandidos. Uma patrulha da Polícia Militar, que fazia ronda no local, se aproximou para averiguara situação. Houve troca de tiros. Contudo, os suspeitos conseguiram fugir.


O secretário de Polícia Civil, Allan Turnowski, lamentou as mortes e disse que o policial completava a renda para pagar a faculdade da filha. Além disso, há informações de que a Delegacia de Homicídios investiga o caso.

Publicitário, acadêmico de Direito e redator do Portal de Notícias O Singular. Escrevo notícias de diversas categorias, como: Geral, Política, Fé e de utilidade pública.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement

SEJA UM AGENTE DA INFORMAÇÃO

[email protected]

 (27) 99257-7565

Participe do nosso site enviando sugestões de conteúdo, fatos e os acontecimentos registrados por você. Seja um agente da informação! Seja diferente, seja Singular!

Advertisement

MAIS LIDAS