Siga nossas Redes

SAÚDE

Dengue: Linhares está em situação de alerta

Publicado

em

Os casos de dengue voltaram a crescer em Linhares e deixa a Vigilância em Saúde em alerta. Somente na primeira semana do mês de  janeiro deste ano foram 44 notificações e 09 casos confirmados da doença, 10 descartados e outros 25 em investigação. Os bairros Interlagos e Novo Horizonte continuam no topo dos bairros com mais casos notificados.

Com o sinal de alerta ligado, os agentes de controle de endemias estão intensificando a eliminação de criadouros e alertando as pessoas sobre a necessidade de redobrar os cuidados para eliminar o mosquito Aedes aegypti, o transmissor de doenças como Dengue, Zika e Chikungunya.

Nas visitas em domicílio nos bairros e no interior, os técnicos eliminam criadouros de mosquitos, fazem coleta de larvas e passam orientações aos moradores. Os procedimentos são feitos também nos chamados pontos estratégicos, como borracharias, cemitérios, ferros-velhos, pontos de reciclagem e outros.

“Com o aumento da incidência cresce também o número de notificações”, explicou o assessor técnico da Vigilância Ambiental, Sérgio Lubiana. Mesmo assim, nestes primeiros dias de janeiro, a incidência em Linhares está menor que 300 casos por 100 mil habitantes, acrescentou.

O índice registrado em Linhares não justifica a aplicação do inseticida UBV pesado, feito com a bomba acoplada à caminhonete, o chamado fumacê, conforme recomendação do Ministério da Saúde.

Quando há necessidade, a Vigilância em Saúde utiliza a aplicação do inseticida UBV Leve. O produto é aplicado em todas as casas onde tem casos suspeitos ou confirmados de dengue para eliminar as fêmeas do mosquito Aedes aegypti infectadas com o vírus para, assim, cortar o ciclo de transmissão da doença.

Medidas simples de prevenção

A secretaria municipal de Saúde reforça o pedido à população quanto aos cuidados preventivos. A orientação é criar uma rotina diária ou semanal para evitar a proliferação do mosquito, adotando medidas de limpeza. O mosquito tem hábitos domésticos e se prolifera, na maioria das vezes, dentro das residências.

Basta adotar hábitos dentro de casa, como desentupir as calhas, tampar caixas d’água, telar ralos e secar os vasinhos de plantas e recipientes que acumulam água na geladeira, por exemplo.

Os mosquitos são mais ativos no verão porque as temperaturas altas e a umidade características dessa estação favorecem a proliferação. Além disso, são bem adaptáveis às áreas urbanas.

Casos em 2021

Em 2021, Linhares registrou 5.609 casos da doença, sendo que deste total, 3.156 foram confirmados para a dengue. Houve o registro de um óbito. Os bairros com a maior incidência da doença foram o Interlagos (1.180 casos), Santa Cruz (535) e Aviso, com 442 casos.

Publicitário, acadêmico de Direito e redator do Portal de Notícias O Singular. Escrevo notícias de diversas categorias, como: Geral, Política, Fé e de utilidade pública.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Advertisement

SEJA UM AGENTE DA INFORMAÇÃO

[email protected]

 (27) 99257-7565

Participe do nosso site enviando sugestões de conteúdo, fatos e os acontecimentos registrados por você. Seja um agente da informação! Seja diferente, seja Singular!

Advertisement

MAIS LIDAS